Breve Histórico da Cidade de Conchal e da Câmara Municipal de Conchal

Conchal teve seu início como Núcleo Colonial do Estado de São Paulo. As suas atuais terras formaram no passado três grandes fazendas denominadas: “Nova Zelândia”, “Ferraz” e “Leme”, que foram adquiridas pelo Estado entre os anos de 1909 e 1914. As referidas terras foram divididas em dois Núcleos Coloniais: “Visconde de Indaiatuba” e “Conde de Parnaíba”, que formam hoje o município de Conchal.

Em 20 de dezembro de 1921 os dois núcleos foram emancipados pela Lei 1725, passando a constituir um Distrito de Paz do Município de Mogi-Mirim. Inicialmente denominou-se a cidade “Engenheiro Coelho”, passando depois para “Conchal”, denominação que conserva até hoje.

A Lei Orgânica dos Municípios do Estado de São Paulo (Lei nº 1 de 13 de setembro de 1947), decretada pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e promulgada pelo Governador Ademar Barros, foi o marco de uma nova era de esperanças para todo o interior paulista, facilitando a elevação a município de dezenas de localidades ansiosas de viverem sua própria vida e construir sua própria felicidade.

Baseados nesta Lei os conchalenses se manifestaram para obter sua elevação à município. Cumpre destacar o nome de três pessoas que iniciaram o movimento: Francisco Magnusson, que procurou diversos deputados para receber apoio e instruções; Egídio Corte e José Galves Guerra, os promotores da primeira grande reunião popular para tomar as primeiras decisões.

Assim, aos 5 de abril de 1948 aconteceu o Cine-Paratodos, uma grande reunião a qual compareceram elementos representativos do Comércio, da Industria, da Lavoura e de todas as classes sociais. Para orientar todos os trabalhos foi constituída uma Comissão Executiva.

Advogando a causa de Conchal, Irineu Côrte e Lamartine de Albuquerque Passarela, cidadãos de Mairiporã, e a quem Conchal muito deve, enviaram os documentos necessários para que o Ilustre Deputado, Dr. Ulisses Guimarães, apresentasse projeto à Assembleia Legislativa do Estado.

Depois de grandes trabalhos a Assembleia Legislativa determinou a realização de plebiscito de consulta ao povo de Conchal, para que este se pronunciasse “pró” ou “contra” a criação do Município. Este plebiscito ocorreu em 24 de outubro de 1948 e o seu resultado foi:

  • Pró-Município – 627 votos
  • Contra – 27 votos

Finalmente, no dia 24 de dezembro de 1948, pela Lei nº 233 da Assembleia Legislativa do Estado, promulgada pelo Governador Ademar Barros, Conchal foi elevado à Município.

No dia 13 de março de 1949 foi realizada a primeira eleição Municipal, para eleger Prefeito e 13 Vereadores. De um lado, formou-se a coligação dos partidos “Social Progressista” e “Social Democrático” e de outro lado formou a “União Democrática Nacional”. Aquela apresentou como candidato o Senhor Francisco Magnusson e esta o Senhor Tenente José Milton Pereira de Melo. O resultado foi favorável à coligação que elegeu o Senhor Francisco Magnusson como Prefeito e 11 vereadores, enquanto a União Democrática Nacional elegeu 2 vereadores.

Foram os seguintes os Vereadores Eleitos:

Pela Coligação:

  • Afonso Moretti
  • Anselmo Zani
  • Argemino Corte
  • Armando Battel
  • Boanerges Andrade
  • Gregório José Bechara
  • João Megiato
  • José Galves Guerra
  • Luiz Angelo Bronzato
  • Otávio João Breda
  • Pedro Biazoto

Pela União Democrática Nacional:

  • Alberto Paulo
  • Honor Bueno de Moraes

Às 15 horas do dia 9 de Abril de 1949, o Prefeito Municipal, bem como a primeira Câmara tomaram posse em sessão solene presidida pelo Exmo. Sr. Dr. Wando Henrique Cardim, MM. Juiz de Direito da Comarca de Mogi Mirim.

Realizou-se nessa ocasião a eleição da mesa da nova edilidade, que ficou assim constituída:

  • Presidente: Argemiro Corte
  • Vice-Presidente: Luiz Angelo Bronzato
  • 1º Secretário: Gregório José Bechara
  • 2º Secretário: Armando Battel

Fonte: Livreto “Histórico da Cidade de Conchal – Desde o início até a elevação a município (Anos 1905 a 1949)”, de autoria de Gregório José Bechara, impresso e distribuído gratuitamente pela Prefeitura do Município de Conchal em 7 de setembro de 1972.